Ventilação: as vibrações - 2.ª parte (desalinhamentos)

Ventilação: as vibrações – 2.ª parte (desalinhamentos)

Esta causa é quase tão comum como o desequilíbrio uma vez que se utilizam rolamentos auto-lubrificantes…

Desalinhamentos

Esta causa é quase tão comum como o desequilíbrio uma vez que se utilizam rolamentos auto-lubrificantes ou acoplamentos flexíveis. A Figura 12a, b, c, d ilustram diferentes tipos de desalinhamentos. Um eixo torcido entra, assim mesmo, dentro deste grupo.

Os desalinhamentos produzem vibrações radiais e axiais, proporcionais ao grau do defeito. Em geral, as vibrações axiais são 50% das radiais. A frequência das mesmas coincide com a velocidade de rotação em rev/s.

Quando o desalinhamento é grande podem sair frequências 2 e 3 vezes superiores à da rotação. Se o desalinhamento for produzido nas chumaceiras e estas forem de fricção isso não provocará vibração, a menos que o rotor esteja desequilibrado. Por outro lado se as chumaceiras são de rolamentos de esferas, produz-se sempre vibração neste ou no rotor desequilibrado (Figura 13).

O desalinhamento axial ou angular de duas polias entre as quais se transmite o movimento através de correias V (Figura 12d), também produz vibrações a 1, 2 e 3 vezes a velocidade de rotação, principalmente na direção axial.

Figura 12 e Figura 13

Excentricidade

Esta ocorre quando o centro de rotação não coincide com o centro geométrico. Na Figura 14 mostramos vários casos de excentricidade. A do caso a) é um tipo de desequilíbrio que pode ser reparado e equilibrar o conjunto eixo-rotor. Na b) e na c) são produzidas umas forças radiais de compressão em b e de tração em c quando os três centros mostrados ficam alinhados. Estas forças provocam vibrações a uma frequência igual ao número de rotações por segundo, às que gira a peça com problemas de excentricidade.

Texto cedido por S & P Portugal, Unipessoal, Lda.

Para ler o artigo completo faça o download gratuito da revista “o electricista” nº68. Verifique o seu email após o download. Pode também solicitar apenas este artigo através do email: a.pereira@cie-comunicacao.pt

      Selecione as sua(s) área(s) de interesse

      Utilize a tecla Ctrl para selecionar mais que uma opção

    Outros artigos relacionados

    Translate »