Ventilação: as vibrações - 1.ª parte (oscilação)

Ventilação: as vibrações – 1.ª parte (oscilação)

Se experimentar com uma massa pendurada tipo mola ou com uma pastilha elástica (Figura 1)…

Oscilação

Se experimentar com uma massa pendurada tipo mola ou com uma pastilha elástica (Figura 1) e levarmos m à posição A deixando-a solta, veremos que adquirirá um movimento retilíneo vertical até ao ponto B, para logo retroceder de novo ao ponto A, repetindo-se sucessivamente estes movimentos. Dizemos, então, que a massa m tem um movimento oscilatório (oscilação).

Figura 1

Vejamos as magnitudes que caraterizam estes movimentos:

  • Período T: é o tempo que demora a massa m a ir de A até B e voltar a A. É o tempo que demora a dar uma oscilação completa. A unidade é o segundo (s).
  • Frequência f: é o número de oscilações em 1 segundo. A unidade é o Hertz (Hz) que equivale a 1/s. A relação entre o período T e a frequência é muito simples: f = 1/T.
  • Pulsação ω: é o produto da frequência por 2 π f. Assim ω = 2 π f = 2 π / T. Ainda que a unidade seja 1/s deve indicar-se em rad/seg para distinguir da frequência.
  • Elongação χ: a partir do momento em que abandonamos a massa na posição A, a situação da mesma irá variando em cada instante. Para determiná-la podemos medir a distância que há entre m e a posição de equilíbrio E. A esta distância chamamos elongação. Naturalmente medir-se-á em m, mm, μm,…

Texto cedido por S & P Portugal, Unipessoal, Lda.

Para ler o artigo completo faça o download gratuito da revista “o electricista” nº67. Verifique o seu email após o download. Pode também solicitar apenas este artigo através do email: a.pereira@cie-comunicacao.pt

      Selecione as sua(s) área(s) de interesse

      Utilize a tecla Ctrl para selecionar mais que uma opção

    Outros artigos relacionados

    Translate »