Uso eficiente da água na indústria

Uso eficiente da água na indústria: ganhos, processo e práticas

O uso eficiente da água é um dos pilares mais importantes das indústrias sustentáveis nos dias atuais.

Os números do gasto de água na indústria são impressionantes. Por isso, é necessário gerar soluções e tecnologias que proporcionem benefícios económicos, ambientais e industriais numa escala maior. Obviamente que o facto de se poupar água para proteger o ambiente, leva a uma consequência económica, tanto para particulares como empresas, e que se relaciona com a redução das contas de água. Portanto, o ambiente vai agradecer uma boa gestão e uso eficiente da água, e as finanças pessoais ou empresariais também.

O uso eficiente da água é entendido a partir de 3 áreas principais:

  1.  A produção de um bem ou serviço, questionando se o mesmo produto pode ser criado, mas poupando mais água;
  2.  O aspeto geográfico, dependendo do local mais adequado para produzir ou realizar determinadas operações;
  3. O consumo do que é produzido.

Esta perspetiva visa analisar o ciclo integral da água, de forma a fazer ajustes e novas propostas, gerando assim poupança e uma forma inteligente de utilizar esse valioso recurso. Sem dúvida, é um desafio global que implica investir tempo, dinheiro e pessoal para alcançar melhores resultados.

Embora já existam empresas que se dedicam especialmente à criação de soluções, tecnologias e consultorias profissionais sobre o assunto, é muito importante que entendamos o que o uso eficiente da água implica em geral e nas nossas próprias indústrias.

Princípios e benefícios do uso eficiente da água

O uso eficiente da água é definido como a redução ou prevenção da perda desse recurso, com a intenção de criar um benefício de conservação, no sentido social e económico. Por princípio, devemos ter em conta que, para tornarmos sustentáveis ​​as nossas próprias indústrias, negócios, receitas e recursos, é necessário prolongar a sua existência com estratégias e soluções. Um objetivo importante passa por cuidar constantemente da eficiência, fazer mais com menos, acabando por produzir um pouco mais com o “excedente“.

Para atingir o uso eficiente da água, é necessário considerar os seguintes princípios:

  1.  Eficiência inclui qualquer medida que reduza a quantidade de água por unidade de produção e que seja consistente com a manutenção ou melhoria dos sistemas implementados para atingir esse objetivo;
  2. O uso da água pode variar muito, dependendo do setor económico. Portanto, o retorno será particular a cada caso;
  3. O investimento realizado nos equipamentos de reaproveitamento de água no processo produtivo será amortizado com a poupança gerada nas descargas e abastecimento;
  4. A introdução de mudanças tecnológicas específicas para cada empresa é essencial na redução do desperdício de água e do aumento da sua reutilização;
  5. A empresa deve promover os seus esforços em questões ambientais, para gerar uma melhor imagem perante os seus consumidores;
  6. A consciencialização do pessoal que trabalha na central deve ser promovida para melhorar as práticas de desperdício de água, com a intenção de gerar um efeito expansivo para o resto da sociedade.

Os principais benefícios da reutilização da água são a poupança de tempo, de dinheiro e de recursos. Além disso, existem outros benefícios como:

  • A redução dos custos de abastecimento de água e tratamento águas residuais;
  • A diminuição da pressão e procura sobre os recursos hídricos disponíveis nas áreas;
  • O impacto reduzido no meio ambiente;
  • A eliminação da necessidade de transporte de água, o que reduz os custos de transporte, de eliminação e de energia;
  • A rentabilidade da empresa, tornando-a mais eficiente e evitando multas associadas ao não cumprimento destas diretrizes;
  • O mantimento das indústrias baseadas neste recurso, visto que a grande maioria depende desse elemento, tais como alimentos, bebidas, produtos químicos, petróleo, gás, automotivo, energia, mineração, papel, entre outros.

Se o recurso acabar, o desafio para cumprir as atividades seria muito maior do que o investimento em consultoria e em equipamentos de última geração feito agora.

Selectra
www.selectra.pt

Translate »