Revista o electricista

guia de segurança: como aumentar a segurança no trabalho em zonas ATEX?

Este artigo, em formato de Guia , pretende ser um alerta para corrigir os erros que se cometem (muitas vezes) nas intervenções de manutenção em zonas ATEX.

A regra n.º 1 quando nos movimentamos em zonas ATEX é “VER” e “SER VISTO”. “VER” o que se quer intervencionar, o espaço envolvente e as vias de saída e de fuga, caso algo corra menos bem.

“SER VISTO” por outros colegas que estejam a trabalhar no mesmo local ou que entrem na zona.

São, por isso, necessárias luminárias adaptadas a esse trabalho temporário. As gambiarras ATEX tradicionais tinham normalmente muito pouca luz… Torna-se assim apetecível pegar numa luminária ATEX, do tipo linear de lâmpadas tubulares e, com um cabo e uma ficha, criar uma armadura portátil, que vai iluminar a área ….! Mas isto NÃO pode ser feito. Vai colocar em risco a instalação, mas sobretudo a vida de quem está a trabalhar na mesma área.

A ATEXOR, fabricante finlandês, especialista em iluminação portátil, resumiu com esta versão BD, o que deve ser feito para melhorar a segurança em trabalhos de intervenção temporária em áreas de risco de explosão.

  1. SELECIONAR EQUIPAMENTO CERTIFICADO PORTÁTIL
  • O equipamento Ex portátil está desenhado para ser manuseado em zonas de risco: pode cair, pode ser levado de um sítio para outro;
  • O certificado Ex desse equipamento tem de declarar claramente que é um equipamento “portátil”. Como por exemplo, tem de incluir o termo portátil;
  • As luminárias ATEX fixas e as gambiarras Ex não apresentam os mesmos critérios das luminárias portáteis Ex.

NOTA: todas as unidades Atexor SLAM são desenhadas e certificadas para uma utilização portátil.

  1. GARANTIR A LIGAÇÃO EQUIPOTENCIAL EM ÁREAS EX
  • As partes metálicas exteriores dos diferentes equipamentos que se colocam numa zona de risco, têm de estar ligados à mesma massa;
  • Mesmo as ferramentas metálicas podem ter uma carga diferente da do ambiente envolvente;
  • Uma falha na ligação equipotencial pode levar à ignição de uma faísca e a um acidente fatal.

NOTA: as luminárias e acessórios SLAM cumprem o necessário para uma ligação equipotencial segura em áreas de risco.

  1. UM CERTIFICADO DE EQUIPAMENTO POR PRODUTO
  • É necessário que exista um certificado completo por cada equipamento;
  • Norma IEC/EN 60079-0 part13;
  • Montar um equipamento com componentes Ex separados, não garante a certificação do conjunto e não está conforme os requisitos de segurança.
  • Isto é válido para caixas, quadros ou luminárias.

NOTA: os SLAM SETs da Atexor são kits de iluminação completamente certificados.

  1. USAR MATERIAIS ANTI ESTÁTICOS EM ZONAS DE RISCO
  • Objetos plásticos que ao entrarem numa zona Ex têm de ser antiestáticos;
  • Filmes de proteção e sacos antipoeiras, têm de ser antiestáticos;
  • Materiais deste tipo, não antiestáticos, podem levar à criação de faíscas e a acidentes fatais.

NOTA: as unidades SLAM, para zonas de risco, são antiestáticas. Não necessitam de ser ligados à massa por condutores ou outro.

  1. INSTALAR LUZ DE EMERGÊNCIA TEMPORÁRIA
  • Caminhos temporários de escape de emergência (poços de visita, escadas, entre outros) têm obrigatoriamente de ser pré-definidos em zonas de risco;
  • Nestes pontos devem usar-se luzes de trabalho portáteis, com emergência;
  • É por essas vias de escape que os trabalhadores terão de sair em caso de falha de energia.

NOTA: o SLAM Hornet Emergency da Atexor é uma excelente solução portátil para iluminar e balizar vias e pontos críticos de saída, em zonas Ex.

  1. EVITAR CABOS PELO CHÃO
  • Cabos pelo chão em zonas de trabalho difíceis, aumentam o risco de acidentes;
  • O ideal é aumentar a segurança, fixando (temporariamente) à parede, os cabos que andam pelo chão.

NOTA: a gama SLAM tem diferentes soluções para encaminhar os cabos e controlá-los, em áreas de trabalho.

  1. EVITAR O ENCADEAMENTO
  • A luz LED direta pode encandear e ser bastante dolorosa e perigosa para os olhos;
  • Ao garantir uma luz difusa, as luminárias de trabalho tornam-se mais seguras e menos intrusivas.

NOTA: a “SLAM Safe Eye” protege os olhos e torna a iluminação LED mais suave, através da dispersão de feixe, sem reduzir demasiado os lúmenes.

Palissy Galvani, Electricidade, S.A.
Tel.: +351 213 223 400 · Fax: +351 213 223 410
[email protected] · www.palissygalvani.pt

Translate »