Regulador de tensão

Regulador de tensão

Inúmeras são as situações em que se torna necessário obter uma tensão regulada. Isso é…

Inúmeras são as situações em que se torna necessário obter uma tensão regulada. Isso é possível através da aplicação de diversos componentes, entre eles, o regulador de tensão.

Atualmente existe uma enorme variedade de reguladores de tensão em circuitos integrados. Alguns destes reguladores integrados são específicos para aplicações especiais.

Os reguladores de tensão mais utilizados têm, geralmente, três terminais: um terminal, ao qual é aplicada a tensão de entrada não regulada, outro terminal que irá apresentar a tensão de saída, já regulada, e um terceiro terminal, para ligação à terra.

Por terem um custo reduzido e serem de aplicação fácil, este tipo de reguladores é dos mais utilizados. Este tipo de integrados oferece uma boa proteção contra curtos-circuitos e contra o aquecimento excessivo e são por isso bastante utilizados no fabrico de fontes de alimentação.

Os reguladores de tensão em circuito integrado poderão apresentar à saída:

  • Uma tensão positiva fixa;
  • Uma tensão negativa fixa;
  • Uma tensão ajustável.

Os reguladores de tensão, com saída fixa, positiva ou negativa, são fabricados de forma a apresentarem à saída uma tensão fixa com valores entre 5 V e 24 V. O regulador de tensão, com uma tensão de saída ajustável, apresenta na sua saída, uma tensão que pode variar entre 2 V e 40 V.

Paula Domingues
Formadora nas áreas de Eletrónica,
Telecomunicações, Automação e Comando, IEFP – Évora

Para ler o artigo completo faça o download gratuito da revista “o electricista” nº61. Verifique o seu email após o download. Pode também solicitar apenas este artigo através do email: a.pereira@cie-comunicacao.pt

      Selecione as sua(s) área(s) de interesse

      Utilize a tecla Ctrl para selecionar mais que uma opção

    Outros artigos relacionados

    Translate »