Revista o electricista

principais causas para ocorrer um choque elétrico

Quais são as principais causas para ocorrer um choque elétrico?

O choque elétrico é a reação do nosso organismo à passagem de corrente elétrica, e pode causar pequenos formigueiros ou até lesões graves, e no limite, a morte.

Entende-se por intensidade do choque elétrico aquilo que o choque pode provocar com o nível de tensão que existe. Obviamente que quanto maior for a tensão maior também é a probabilidade de ocorrer um dano físico na pessoa, até porque segundo a Lei de Ohm o aumento da corrente é diretamente proporcional ao da tensão e inversamente proporcional ao da resistência elétrica. Isto significa que para a mesma resistência do corpo humano (relativamente constante entre 1300 e 3000 Ohms para a tensão de 127 V) caso a tensão aumente, a corrente também aumentará.

As pessoas que sofrem um choque elétrico em Alta Tensão (AT) – maior ou igual a 1000 V em Corrente Alternada (CA) e 1500 V em Corrente Contínua (CC) – têm uma maior probabilidade de morrer ou ficar com sequelas graves do que uma pessoa que sofre um choque em Baixa Tensão (BT) – maior que 50 V e menores de 1000 V em Corrente Alternada (CA) e entre 120 V e 1500 V em Corrente Contínua (CC).

De onde pode surgir o choque elétrico?

Os secadores de cabelo, alisadores e modeladores são muito perigosos porque há muito o hábito de tratar do cabelo depois de sair do banho, mas é importante haver muitos cuidados porque os ambientes húmidos e com vapor potenciam aos acidentes com eletricidade. Até porque nem todas as resistências possuem a Diferencial Residual nos circuitos. E numa área húmida ou molhada, e se houver um fio descarnado ou um mau isolamento, podem ocorrer acidentes graves.

Os carregadores de telemóvel representam um perigo até porque são, atualmente, muito utilizados. Mas é fácil evitar problemas com estes acessórios que passam por não utilizar o telemóvel quando este estiver ligado à tomada elétrica, não deixar o telemóvel na cama e nunca utilizar carregadores piratas.

É preciso ter muita atenção aos aparelhos e eletrodomésticos com uma instalação mal feita, com partes isolantes partidas e fios descarnados. Tudo isto pode provocar choques elétricos, por isso é importante ter um cuidado extremo. Por exemplo, uma máquina de lavar roupa sem a devida ligação à terra, se houver uma falha no isolamento do equipamento, e se alguém tocar na caixa, o choque elétrico pode ser fatal porque não há forma de prevenir a passagem da corrente elétrica pelo corpo da pessoa.

As extensões, adaptadores e tomadas devem estar em bom estado e devem ser utilizados dentro da sua capacidade, mas a verdade é que existem adaptadores danificados ou piratas que não estão de acordo com as normas técnicas e que podem, por isso, comprometer a nossa segurança. Partes descarnadas nos fios, peças isolantes partidas, contactos de tomadas partidos podem provocar sobreaquecimento que derivam em choques elétricos e/ou incêndios.

Instalações elétricas com a cablagem exposta e quadros elétricos sem proteção podem causar acidentes graves. Quanto mais fácil for o acesso maior a probabilidade de um contacto involuntário ou até de um acidente com uma criança movida pela curiosidade.

Instalações realizadas sem o conhecimento e os cuidados necessários, com materiais e arranjos inadequados, também aparecem nas estatísticas como causadores de choques elétricos.

Quais as principais causas de um choque elétrico?

Existem várias situações que podem levar a um choque elétrico:

  1. Falhas na instalação elétrica, como fios mal isolados, tomadas e interruptores danificados, ou até mesmo a falta de um aterramento adequado.
  2. Inexistente ou má manutenção dos equipamentos elétricos pode causar problemas como curto-circuitos e fios desencapados, aumentando o risco de choque elétrico.
  3. Utilização imprópria dos equipamentos, como a ligação de vários aparelhos numa mesma tomada utilizando adaptadores, ou utilizar extensões elétricas em estado precário, aumenta a hipótese de choque elétrico.
  4. Não cumprir as normas de segurança ou a falta de conhecimento sobre as normas de segurança e precauções básicas ao lidar com eletricidade pode levar a situações de perigo. Também não é recomendado utilizar ferramentas inadequadas ou não utilizar os devidos equipamentos de proteção individual (EPIs).
  5. Contacto do corpo humano com a água pode potencializar os efeitos de um choque elétrico, por isso é muito importante que evite utilizar equipamentos elétricos com as mãos molhadas ou em ambientes húmidos.
  6. Mexer nos equipamentos elétricos sem antes desligar a energia é uma das principais causas de choque elétrico. É crucial que desligue sempre a energia antes de realizar qualquer intervenção.

Mas se mesmo com todas estas precauções não conseguir evitar um choque?

Estas são algumas das principais causas de choque elétrico, e é importante estar consciente dos perigos envolvidos e tomar todas as precauções necessárias para evitar acidentes. É importante que consulte um profissional qualificado e siga as normas de segurança ao lidar com eletricidade.

Mas se mesmo com todas as precauções uma pessoa sofrer um choque elétrico é importante que interrompa, de imediato, o contacto da vítima com a corrente elétrica, fazendo as seguintes ações:

  1. Desligue de imediato o interruptor ou a chave elétrica;
  2. Afaste o fio ou o condutor elétrico com um material não condutor e seco, um pedaço de pau, um cabo de vassoura ou um pano grosso;
  3. Puxe a vítima pelo seu próprio pé ou pela sua mão, se não estiver com um trauma de coluna ou TCE, mas sem lhe tocar na pele, utilizando um material não condutor.

E posteriormente é muito importante que comece com os procedimentos de Suporte Básico de Vida, como:

  • Inicie a respiração de socorro, caso haja uma paragem cardíaca ou respiratória;
  • Depois de conseguir normalizar a respiração e os batimentos cardíacos, esteja atento caso seja necessário reiniciar o socorro, caso a vítima continue inconsciente;
  • Imobilize as fraturas caso existam;
  • Verifique se existe algum objeto a obstruir a passagem do ar pela boca como próteses dentárias, alimentos, e retire-os de imediato;
  • Proteja as áreas queimadas;
  • Controle o estado de choque da vítima;
  • Transporte a vítima para o hospital, o mais rápido que consiga.

Não se esqueça de se proteger para não ficar na mesma situação da vítima, por isso deve desligar a energia elétrica o mais rápido possível.

Tipos de lesão

Podem acontecer 4 tipos de lesões provocadas pelo choque elétrico:

1. Eletrocussão (fatal)

A eletrocussão é a morte provocada pela exposição do corpo a uma dose letal de energia elétrica. Os raios e os fios de alta tensão (voltagem superior a 600 Volts) podem provocar este tipo de acidente. Também pode ocorrer a eletrocussão com baixa voltagem (<600 Volts) caso existam poças de água, roupas molhadas, muita humidade ou suor.

2. Choque elétrico

É causado por uma corrente elétrica que passa através do corpo humano ou de um animal. O pior choque é aquele que surge quando uma corrente elétrica entra pela mão da pessoa e sai pela outra. Neste caso, ao atravessar o tórax, há uma grande probabilidade de afetar o coração e a respiração. O valor mínimo de corrente que uma pessoa pode receber é 1 mA. Com uma corrente de 10 mA podemos perder o controlo dos músculos, sendo difícil abrir as mãos para se livrar do contacto. O valor mortal será entre 10 mA e 3 A.

3. Queimaduras

A pele humana é um bom isolante e quando está seca existe uma resistência à passagem da corrente elétrica de 100 000 Ohms. Quando molhada, a resistência cai para apenas 1000 Ohms. A energia elétrica de alta voltagem, rapidamente rompe a pele, reduzindo a resistência do corpo para apenas 500 Ohms.

4. Quedas provocadas pelo choque

Os acidentes com eletricidade ocorrem de várias formas. Os riscos resultam de danos causados aos isolantes dos fios elétricos devido a roedores, envelhecimento, péssima cablagem, diâmetro ou material da cablagem inadequados, corrosão dos contactos, rompimento da linha por queda de galhos, falta de aterramento do equipamento elétrico, entre outros.

Os principais riscos elétricos são as situações que envolvem a utilização da eletricidade de forma inadequada, negligente ou sem as devidas precauções de segurança. Infelizmente, muitas pessoas subestimam os perigos da eletricidade e acabam expondo-se a situações de risco. Não faça isto, não corra riscos e proteja-se e aos seus com os nossos conselhos.

Translate »