condutor elétrico

eletrotecnia básica leis gerais do circuito elétrico – 4.ª Parte (condutores)

O condutor elétrico é um elemento indispensável em qualquer circuito elétrico ou instalação elétrica, por mais simples…

Condutores e isoladores

O condutor elétrico é um elemento indispensável em qualquer circuito elétrico ou instalação elétrica, por mais simples que sejam uma vez que estabelece a ligação entre a alimentação e os recetores. Visto que ele será percorrido pela corrente que alimenta o recetor, o condutor deve ter uma resistência elétrica o mais baixa possível, para evitar que perca (ou dissipe) muita energia durante o trajeto desde o gerador até ao recetor.

Visto que ele será percorrido pela corrente que alimenta o recetor, o condutor deve ter uma resistência elétrica o mais baixa possível, para evitar que perca (ou dissipe) muita energia durante o trajeto desde o gerador até ao recetor.

O melhor condutor é aquele que tem menor resistência elétrica, isto é, menor resistividade elétrica. No número anterior desta revista, vimos que o melhor condutor é a prata, mas infelizmente a prata é mais cara do que o cobre, pelo que é o cobre que normalmente se utiliza como condutor na maioria das instalações elétricas. Há, no entanto, situações em que não é o cobre o utilizado, pois nesses casos há outras razões para escolher outros materiais condutores.

Utiliza‑se a prata em alguns contactos elétricos que se pretende que sejam resistentes e que não oxidem. Utiliza‑se o alumínio em algumas linhas elétricas, de forma a diminuir o seu peso, para evitar que elas caiam devido ao peso da neve, do gelo, entre outros.

Utiliza‑se o ouro em alguns contactos elétricos especiais e no fabrico das pistas dos circuitos impressos. Os condutores são normalmente revestidos por um material isolador elétrico (geralmente o policloreto de vinilo – PVC) que tem a função de proteger o condutor, mas também as pessoas contra contactos elétricos que podem ser perigosos, em determinadas circunstâncias.

Aliás, qualquer aparelho, gerador, recetor, entre outros, está normalmente convenientemente isolado, de forma a evitar os contactos elétricos perigosos. Como materiais isoladores são também utilizados frequentemente a borracha, o polietileno, a porcelana, a baquelite, o papel, o óleo mineral, o ar, entre outros.

José V. C. Matias
Licenciado em Engenharia Eletrotécnica (IST)
Professor do Ensino Secundário Técnico
Autor de Livros Técnico‑Didáticos de Eletricidade e Eletrónica

Para ler o artigo completo faça o download gratuito da revista “o electricista” nº53. Verifique o seu email após o download. Pode também solicitar apenas este artigo através do email: a.pereira@cie-comunicacao.pt

      Selecione as sua(s) área(s) de interesse

      Utilize a tecla Ctrl para selecionar mais que uma opção

    Outros artigos relacionados

    Translate »