Revista o electricista

Continuidade do negócio

Continuidade do negócio: como os eletricistas podem proteger os clientes comerciais através de alimentação elétrica socorrida

As empresas não podem suportar que o seu negócio esteja parado, mesmo por curtos períodos de tempo – sobretudo na incerteza que vivemos!

Imagine que é proprietário de uma pequena empresa – como uma padaria ou loja de roupa – e uma manhã chega ao trabalho e descobre que não há eletricidade: não pode acender as luzes e os sistemas de segurança e AVAC estão em baixo. Mas, ainda pior, o sistema de ponto de venda (POS), que é a coluna vertebral operacional do seu negócio, não funciona. Se o sistema POS estiver offline, não pode efetuar transações de vendas, mas perde também a capacidade de processar dados críticos, incluindo inventário, reservas, contabilidade, programas de fidelização do cliente, entre outros – simplesmente não pode continuar o seu negócio nessas condições. Este vai ser um dia muito mau, tanto em termos de receitas, operações e da sua reputação… a não ser que, claro, contasse com a ajuda de um perito eletricista, que o tivesse preparado para isto através de uma alimentação elétrica socorrida adequada ou unidades de alimentação ininterrupta (UPS), que providenciam proteção de alimentação para os sistemas que são fundamentais à operação do negócio.

Para as empresas que funcionam em edifícios de menores dimensões, a eletricidade é muitas vezes crucial para a operação diária – mesmo se os proprietários não pensam muito sobre ela. Os eletricistas e empresas elétricas devem atuar como conselheiros de confiança, alertando para as ameaças à continuidade do negócio que advêm de falhas elétricas, e como as UPSs oferecem proteção. Qualquer que seja o seu setor de atividade, são muitas as aplicações que podem necessitar de proteção UPS.

Utilizar UPS para garantir a continuidade dos processos de negócio

Em primeiro lugar, é preciso compreender quais as aplicações e ferramentas mais necessárias para a continuidade do negócio de cada empresa. Nas empresas de retalho, o sistema POS será o mais essencial, para registar vendas, alertar sobre necessidades de inventário e até para a gestão das equipas. Por outro lado, o setor da restauração precisa de garantir que os seus fornos, fogões e frigoríficos estão sempre a funcionar; se qualquer destes sistemas estiver em baixo, o proprietário terá que lidar com a perda de receitas e a insatisfação dos clientes.

Atualmente, a maioria das empresas possui várias aplicações que envolvem dados – sejam sistemas de controlo de inventário, ou ferramentas de gestão de dados para aumentar a eficiência e acompanhar o comportamento do consumidor. Provavelmente contam com equipamento de rede, que oferece conectividade tanto dentro do edifício como à Internet, e talvez para aplicações cloud essenciais. Outras possuem sistemas de monitorização que verificam a temperatura do forno e da refrigeração e os níveis de humidade – tudo isto é essencial para o funcionamento normal do negócio e, assim, requer proteção UPS.

Os sistemas de segurança exigem proteção de alimentação

Da mesma forma, os sistemas de segurança são importantes para qualquer empresa, e muitas vezes são ainda mais quando a eletricidade está em baixo, pelo que, devem ser protegidos por UPSs.

Os alarmes antirroubo e as câmaras de segurança, por exemplo, devem continuar a funcionar durante um apagão, para impedir que alguém tente aproveitar-se da situação. Também os alarmes de incêndio e os sistemas de extração de fumo e iluminação de emergência têm de estar sempre ligados – o que é especialmente importante em espaços com ocupação elevada, como hotéis, mas que na verdade se aplica a qualquer edifício comercial. Para que muitos destes sistemas funcionem adequadamente, e comuniquem qualquer incidente, os serviços de telecomunicação e a wi-fi nunca podem estar em baixo.

Proteger os sistemas de aquecimento e arrefecimento

Por último, os sistemas AVAC, que proporcionam aquecimento, arrefecimento e ventilação aos edifícios, também exigem proteção UPS. Se não estiverem a funcionar, o frio ou calor podem ser excessivos e causar desconforto aos colaboradores e clientes. Este ponto é uma ameaça à continuidade do negócio de qualquer empresa, especialmente às de atendimento ao público.

Tudo o que precisa de saber sobre a proteção de alimentação socorrida

As empresas não podem suportar que o seu negócio esteja parado, mesmo por curtos períodos de tempo – sobretudo na incerteza que vivemos –, pois tal terá um impacto adverso nas receitas, na satisfação do cliente e na operação no geral, fazendo da continuidade do negócio uma preocupação maior do que nunca. Os profissionais eletricistas devem elucidar os seus clientes sobre proteção através de UPS para os vários componentes dos seus edifícios, reduzindo o risco de interrupções causadas por falhas elétricas.

O Portal de Parceiros da Schneider Electric possui diversos recursos que podem ajudar, incluindo listas abrangentes de produtos de proteção de alimentação adequados para edifícios de pequena dimensão. Estão também disponíveis outros materiais úteis, desde ferramentas de cotação e planeamento a recursos de marketing – por exemplo, formas de melhorar a presença de uma empresa na web e ajuda em campanhas de publicidade endereçada.

Os profissionais eletricistas podem explorar as diversas opções de UPSs que oferecem tranquilidade aos seus clientes, evitando as interrupções da atividade, e ainda visitar a área de Gestão da Relação com os Parceiros do website da Schneider Electric, onde podem obter mais informações ou registar-se para fazer parte desta equipa.

Gabriel Longo
Secure Power & Field Services Sales Manager
Schneider Electric Portugal

Translate »