Condensadores de tântalo e polímero

Condensadores de tântalo e polímero

Os condensadores de tântalo e polímero têm vindo a ser constantemente melhorados e otimizados…

Os condensadores de tântalo e polímero têm vindo a ser constantemente melhorados e otimizados de modo a satisfazer os requisitos das aplicações cada vez mais pequenas – como esquemas, baixas resistências internas (ESR), bem como capacitâncias superiores. Será que se tornaram realmente numa alternativa aos condensadores de tântalo tradicionais?

A única diferença entre um condensador de tântalo e polímero e um condensador de tântalo tradicional é o cátodo. Em vez de MnO2 (dióxido de manganês), o primeiro utiliza um polímero altamente condutor (Figura 1).

Condensadores de tântalo e polímero
Figura 1. Diferença entre um condensador tradicional e um condensador de tântalo e polímero: o último utiliza um polímero no cátodo (vermelho) em vez de MnO2 (azul). (Fonte da imagem: RUTRONIK).

Ao contrário do MnO2, esta camada de polímero não possui um átomo de oxigénio – e, deste modo, oferece uma vantagem decisiva. Como não pode libertar oxigénio, no pior dos casos, o risco de ignição em caso de sobrecarga é quase totalmente excluído. Os condensadores de tântalo e polímero oferecem uma fiabilidade maior e a relevante redução de tensão é de apenas 20%. Além de uma resistência interior significativamente mais baixa (ESR), esta tecnologia é também caraterizada por um alcance de tensão maior, até 125 V e, deste modo, é interessante para aplicações com uma tensão operacional até 100 V. Graças à eficiência de grande volume podem ser alcançados valores de capacitância superiores (até 1,500 µF), no que diz respeito às dimensões, do que é atualmente possível com um condensador cerâmico. Os efeitos piezoelétricos e a sensibilidade à rutura são igualmente impossíveis com os de polímero.

Juergen Geier
Engenheiro de Aplicações no Terreno, Condensadores Cerâmicos
RUTRONIK Elektronische Bauelemente GmbH

Para ler o artigo completo faça o download gratuito da revista “o electricista” nº65. Verifique o seu email após o download. Pode também solicitar apenas este artigo através do email: a.pereira@cie-comunicacao.pt

      Selecione as sua(s) área(s) de interesse

      Utilize a tecla Ctrl para selecionar mais que uma opção

    Outros artigos relacionados

    Translate »