Como consumimos energia? Responda a este estudo!

Como consumimos energia? Responda a este estudo!

Um grupo de investigadores do INEGI – Instituto de Ciência e Inovação em Engenharia Mecânica e Engenharia Industrial quer responder a esta e a outras perguntas, através de um estudo que está a decorrer no âmbito do projeto europeu NUDGE.

Como consumimos energia em Portugal? Que rotinas diárias implementamos nas nossas casas para poupar energia? Um grupo de investigadores do INEGI – Instituto de Ciência e Inovação em Engenharia Mecânica e Engenharia Industrial quer responder a esta e a outras perguntas, através de um estudo que está a decorrer no âmbito do projeto europeu NUDGE. Através de um questionário online, a equipa pretende perceber quais os perfis de consumo de energia dos portugueses, bem como a opinião da população sobre questões energéticas, para apoiar o desenho de intervenções que encorajem a adoção de hábitos mais sustentáveis, e produzir informação para apoiar políticas energéticas. O questionário pode ser acedido aqui.

O inquérito está aberto a toda a população com mais de 18 anos, e vai ajudar a pintar um retrato da Europa no que toca ao consumo de energia nas habitações. Para Zenaida Mourão, responsável pelo projeto no INEGI, “é importante compreender os perfis de consumidores, para depois projetar intervenções de eficiência energética ajustadas às características psicológicas e contextuais individuais”.

O INEGI é um dos parceiros do NUDGE, um projeto europeu que se propõe a estudar, aplicar e avaliar potencial de estratégias comportamentais na melhoria da eficiência energética, abrindo caminho a novas políticas energéticas e mudanças comportamentais sustentadas. A transição energética necessária à mitigação das alterações climáticas exige uma mudança de paradigma, incluindo mudanças comportamentais de um alargado número de pessoas para reduzir o consumo de energia. Estas mudanças de comportamento aplicam-se ao uso de sistemas de aquecimento e equipamentos elétricos, e contribuem para a eficiência no uso da energia na habitação. “Mudar a altura do dia em que ligamos o aquecimento, o nível de temperatura de set-point, o período em que abrimos as janelas para arejar, e até corrigir ineficiências estruturais das nossas casas – o acumular das escolhas individuais de cada um pode ter um impacto muito significativo”, salienta Zenaida Mourão.

O projeto envolve 10 instituições, e está a ser posto em prática em Portugal, sob a responsabilidade do INEGI, bem como na Bélgica, Alemanha, Grécia e Croácia. O projeto NUDGE – NUDging consumers towards enerGy Efficiency through behavioral science é financiado pelo programa de investigação e inovação Horizonte 2020 ao abrigo do acordo de subvenção n.º 957012.

INEGI
Tel.: +351 229 578 710 · Fax: +351 229 537 352
inegi@inegi.up.pt · www.inegi.pt

Translate »