Alteração relevante das RTIEBT em relação ao Regulamento 740/74

Alteração relevante das RTIEBT em relação ao Regulamento 740/74

Proteção contra as sobreintensidades.

A secção 43 das Regras técnicas de instalações elétricas de baixa tensão (RTIEBT) está organizada por 6 secções:

  • Generalidades;
  • Natureza dos dispositivos de proteção;
  • Proteção contra as sobrecargas;
  • Proteção contra os curtos-circuitos;
  • Coordenação entre a proteção contra as sobrecargas e a proteção contra os curtos-circuitos;
  • Limitação das sobreintensidades pelas caraterísticas da alimentação.

A alteração que merece destaque em relação ao antigo regulamento – 740/74 é a seguinte:

  • Pormenorização referente à ordenação entre os condutores e os dispositivos de proteção.

No regulamento 740/74 uma das condições para estas serem satisfeitas para a escolha da proteção era que, o Inf≤1,15xIz, o que relacionava o Iz com a corrente Inf (corrente de não funcionamento).

Nas RTIEBT, esta condição passou a estar relacionada com o I2 que é muito mais coerente para a exigência que se pretende que o dispositivo de proteção deva garantir:

No Regulamento 740/74

IB ≤ In ≤ Iz

Inf ≤ 1,15 x Iz

No presente, nas RTIEBT

IB ≤ In ≤ Iz

I2 ≤ 1,45 x Iz

IB -Corrente de serviço do circuito, em Amperes (A)
Iz – Corrente admissível na canalização em Amperes (A)

Nota: a corrente Iz é a que percorre a canalização nas condições para a qual a instalação é prevista – Modos de Estabelecimento; temperatura ambiente; agrupamento de condutores ou de cabos, entre outros. No fundo será a corrente que se obtém a partir da aplicação dos fatores de correção do Anexo III da Parte 5 das RTIEBT, às correntes admissíveis indicadas nas Tabelas de 52-C1 a 52-C30, e, de acordo com as definições aí explicadas. Também se deve ter em conta que, os valores das correntes admissíveis nessas tabelas, foram calculadas para temperaturas ambiente de 30º C se instaladas ao ar e 20º C no caso de serem enterradas. Na situação de haver necessidade de corrigir esta corrente da canalização é frequente designa-la como “Iz Corrigida”

Hilário Dias Nogueira
com o patrocínio de IXUS, Formação e Consultadoria, Lda

Para ler o artigo completo faça o download gratuito da revista “o electricista” nº68. Verifique o seu email após o download. Pode também solicitar apenas este artigo através do email: a.pereira@cie-comunicacao.pt

      Selecione as sua(s) área(s) de interesse

      Utilize a tecla Ctrl para selecionar mais que uma opção

    Outros artigos relacionados

    Translate »