casa

a casa inteligente?

Talvez não seja uma terminologia feliz esta de apelidar uma casa de inteligente…

Luís Peixoto
Consultor

Talvez não seja uma terminologia feliz esta de apelidar uma casa de inteligente, tanto mais quando a mesma será frequentada por versões bastantes evoluídas de homo sapiens.

Dizer que uma casa é inteligente será, de alguma forma, sobrevalorizar as capacidades que uma estrutura de materiais inorgânicos em detrimento da subvalorização do seu utilizador e usufrutuário.

Muito do marketing associado à domótica e gestão otimizada de recursos que compõem uma casa passa pela mensagem “casa inteligente”.

Para ler o artigo completo faça o download gratuito da revista “o electricista” nº68. Verifique o seu email após o download. Pode também solicitar apenas este artigo através do email: a.pereira@cie-comunicacao.pt

      Selecione as sua(s) área(s) de interesse

      Utilize a tecla Ctrl para selecionar mais que uma opção



    Download – Última edição

    oelectricista73

        Selecione as sua(s) área(s) de interesse

        Utilize a tecla Ctrl para selecionar mais que uma opção

      (Irá receber um email com o link de download.)