Revista o electricista

20 dicas para poupar energia

20 dicas para poupar energia

Para poupar energia não são necessários truques muito complexos. A revista “o electricista” reuniu 20 dicas simples mas importantes para economizar energia elétrica. Venha conhecê-las!

Economizar energia é fundamental para as nossas carteiras e para o meio ambiente. Numa altura de maior necessidade de contenção económica, poupar na energia, juntamente com outras economias domésticas, irá permitir-lhe poupar mais algum dinheiro para uma férias melhores e/ou mais prolongadas, ou para colocar na conta poupança, por exemplo.

E para poupar energia não são necessários truques muito complexos. Existem dicas muito simples e que se podem tornar em hábitos para todo o sempre. A revista “o electricista” reuniu as seguintes 20 dicas simples mas importantes para economizar energia elétrica:

1. Adapte a potência contratada às suas necessidades

Uma parte do valor da fatura de energia é referente à potência contratada, sendo um custo fixo que aumenta consoante os kW contratados. Assim se tiver uma potência contratada superior ao que necessita estará a pagar mais por algo que não utiliza e é um gasto desnecessário. Se o seu quadro de luz nunca disparou quando ligou o forno, a máquina de lavar roupa ou loiça ou o ferro de engomar é muito provável que possa reduzir a potência contratada, mas tenha atenção porque se reduzir demasiado não vai conseguir utilizar os seus equipamentos em simultâneo e será necessário fazer um novo ajuste.

Em 2022, depois dos aumentos do gás nas comercializadoras do mercado livre concluiu-se que o mercado regulado é a melhor opção para poupar na luz e no gás.

2. Aposte nas tarifas bi-horárias

As tarifas bi-horárias podem ser fortes aliados na poupança económica da fatura da eletricidade, sobretudo se conseguir aproveitar da melhor forma os períodos em que a energia elétrica é mais barata. Reveja as suas necessidades energéticas e caso seja favorável opte por esta modalidade.

3. Não deixe a TV ligada desnecessariamente

Este é um hábito muito prejudicial a quem pretende economizar energia, por isso é importante desligar a televisão e outros aparelhos elétricos caso não os esteja a utilizar.

Poupar energia: desligue a TV

4. Passe a roupa a ferro uma vez por semana

Quantas vezes, durante uma semana, passa a roupa a ferro? O ideal é juntar a roupa num dia e passar tudo nesse dia e de seguida, economizando energia. E também deve utilizar sempre a temperatura mais indicada para cada tipo de tecido. Quando terminar de passar todas as peças a ferro deve desligar o ferro de engomar, de imediato.

5. Cuidados com o congelador

Quanto menos tempo a porta do congelador estiver aberta menos energia é consumida, por isso o ideal é abrir, retirar o necessário e fechar de imediato. Deve também verificar o estado da borracha do congelador, e se não tiver a vedar na perfeição deve substituí-la de imediato, promovendo uma maior poupança energética. Importante também não colocar o congelador ao lado do fogão porque um pode interferir no consumo energético do outro por ambos consumirem diferentes tipos de energia. O congelador deve também estar limpo e em bom estado de conservação, e deve ainda ser colocado num local arejado para poupar ainda mais energia.

6. Não deixe os carregadores ligados à tomada sem estarem a ser utilizados

Não deixe o carregador do telemóvel, tablet e PC ligados à tomada depois do aparelho estar completamente carregado porque consome continua a consumir energia elétrica.

7. Lave a loiça na máquina

É mais vantajoso fazer a lavagem da loiça na máquina de lavar – que deve estar sempre cheia – do que manualmente. Assim poupa energia e água, um recurso natural que é cada vez mais urgente poupar.

8. Diminua a frequência de banhos muito quentes e longos

O banho muito quente e longo é um dos principais vilões de quem pretende economizar energia elétrica, mas é importante que adquira a rotina de desligar a água quando lava a cabeça ou se ensaboa e reduza a temperatura da água, para que reduza o consumo de água e de energia elétrica.

9. Cuidados com o frigorífico

Regule a temperatura do frigorífico para o intervalo entre 3º e 7º, não coloque alimentos quentes e/ou mornos, evite a acumulação de gelo nos combinados e arcas frigoríficas e assegure que a parte traseira está numa zona ventilada e sem pó.

10. Utilize a chaleira para aquecer água

Aquecer a água na chaleira elétrica gasta menos energia do que se aquecer a água no fogão, por isso este é um dos hábitos que necessita de adquirir rapidamente.

11. Evite abrir a porta do forno

Quando abre a porta do forno há uma perda de calor na ordem dos 25%, e acaba por gastar mais energia para retomar a temperatura anterior. Por isso é importante abrir a porta do forno apenas quando for estritamente necessário. E pode desligar o forno ou o fogão elétrico 10 minutos antes do estipulado, poupando na energia elétrica e os alimentos acabam por ser cozinhados através do calor residual.

12. Prefira o micro-ondas

Poupa cerca de 60% de energia ao aquecer os alimentos no micro-ondas do que se aquecer no forno.

13. Cuidados com o ar condicionado

Não abra portas e janelas quando o ar condicionado estiver ligado, e evite instalar o ar condicionado em locais expostos ao sol de forma contínua. A temperatura ideal de um ar condicionado ligado é de 23 ºC a 25 ºC e lembre-se que quanto mais frio estiver o ar condicionado, maior será o gasto energético. E não se esqueça de limpar os filtros do ar condicionado regularmente porque quanto mais sujo estiver, mais energia vai consumir.

14. Valorize a iluminação do sol

Se quer economizar ainda mais energia em casa ou no escritório compensa valorizar a iluminação natural. Para isso é importante ter janelas amplas e/ou cortinas mais transparentes que deixem entrar ao máximo a luz do sol, valorizando a capacidade de iluminação dos ambientes e reduzindo a necessidade de ligar as luzes artificiais.

15. Utilize cores claras

Aposte em cores claras nas paredes, portas e janelas. As cores claras refletem mais a luz, ajudando a deixar o ambiente mais iluminado e reduzindo a necessidade da utilização de energia elétrica.

16. Cuidado com o standby

Alguns aparelhos elétricos continuam a consumir energia mesmo estando desligados e em standby, mas continuam a consumir energia. Por isso o mais indicado, se quer reduzir a sua fatura energética, é desligar os aparelhos elétricos mesmo quando estão em standby.

17. Escolha lâmpadas LED

Dê preferência às lâmpadas LED porque consomem até 80% menos do que as lâmpadas convencionais, incandescentes e fluorescentes. As lâmpadas LED podem durar até 14 anos e consumir 10 vezes menos energia do que uma lâmpada incandescente e fluorescente.

18. Adquira um sistema de aquecimento solar

As instalações solares nos telhados podem ajudar a economizar muita energia, havendo apenas um investimento inicial de pagar os painéis solares e o sistema que os integra.

19. Máquina de lavar e máquina de secar

Utilize a máquina de lavar roupa quando tiver uma boa quantidade de roupa para lavar, privilegiando as máquinas cheias. Não coloque detergente a mais porque pode danificar a máquina, e não se esqueça de limpar o filtro da máquina frequentemente. Lave a roupa com temperaturas entre os 30º e os 40º para poupar cerca de 55% de energia. A máquina de secar roupa apenas deve ser utilizada nos dias chuvosos e em que não há outra hipótese de secar a roupa que lavou.

20. Opte por eletrodomésticos mais eficientes

Comprar um produto mais barato mas menos potente pode ser uma má escolha, por isso é importante verificar a etiqueta energética eficiente que vai de A+++ (mais eficiente) a E (menos eficiente). Ou seja, um equipamento com selo E vai consumir mais energia do que aqueles que tenham a letra A ou A+, A++ irão ajudar na poupança da fatura.

Gostou dos nossos conselhos? Quais já adotou ou irá adotar no futuro?

Agora já sabe por onde começar e por isso não há desculpas para não colocar grande parte destes conselhos, ou mesmo todos, em prática. Não adie as mudanças e comece a poupar na fatura energética já hoje!

Translate »