ADENE debate a inovação tecnológica da energia nas cidades do futuro

A inovação tecnológica da área da energia é a mais disruptiva para as nossas cidades e vai alterar a forma como vivemos e nos movemos. Saber para onde vamos na eficiência energética dos edifícios é crucial para antecipar o futuro e capturar o valor das oportunidades inerentes à reabilitação urbana.
Foi neste tema que se centrou a conferência promovida pela ADENE, em parceria com a Vida Imobiliária, que se realizou no passado dia 10 de abril, inserida no âmbito da Semana da Reabilitação Urbana, uma iniciativa que conta com o apoio da Câmara Municipal de Lisboa.
Em comunicado, e associação informou que a conferência foi marcada pela abertura de Manuel Boia, Administrador da ADENE, que falou sobre a reabilitação e a oportunidade para a eficiência energética, com impactos positivos na melhoria do conforto e na saúde das pessoas, nomeadamente através do certificado energético, ferramenta alvo daCertificar é valorizar, campanha lançada no início do mês que pretende informar o consumidor de que o certificado energético é o primeiro passo para obter conforto, benefícios e valorizar o imóvel, bem como do papel decisivo do Perito Qualificado, como técnico altamente qualificado, que apoia o proprietário em todas as etapas do processo, em especial, na identificação das medidas de melhoria.
O tema do desempenho energético atual do parque edificado ficou a cargo de Rui Fragoso, Diretor do Departamento de Edifícios da ADENE que abordou ainda a forma como o mercado está a usar a inovação para responder ao desafio da eficiência energética, adiantando-se em relação às exigências legais. Uma abordagem sobre a sustentabilidade das cidades, nas suas dimensões económica, social e ambiental foi debatida no painel dedicado a Energia & Cidade – Uma visão global, que contou com a colaboração do arquiteto Duarte Nunes e de Manuel Duarte Pinheiro, Professor do Instituto Superior Técnico. Por fim, a iniciativa de etiquetagem energética de produtos CLASSE+ foi destacada e pretende ser um importante instrumento para a distinção e captação de valor em contexto de reabilitação, um tema da responsabilidade de Paulo Santos, coordenador da iniciativa Classe +, da ADENE.

1 Comentário

  1. Tenho o Mestrado Engenharia de Manutenção Técnica de Edifícios;
    Sou licenciado em Energia e Sistemas de Potência.
    Estou interessa em saber mais pormenores sobre firmação nestas áreas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*